Deputado Diogo Moraes cobra novo cronograma de execução de obras de abastecimento para o Agreste, em visita à Compesa

Saiba mais informações clicando no link

Deputado Diogo Moraes Compesa Agreste
Em visita à Compesa na manhã desta sexta-feira, o deputado estadual Diogo Moraes (PSB), que representa o Polo de Confecções do Agreste na Assembleia Legislativa, solicitou na companhia um novo prazo para execução de obras prioritárias para garantir o abastecimento e a ampliação da rede de distribuição de água no Agreste Setentrional. A região é a mais prejudicada no Estado no que tange a questão hídrica. Um dos pontos abordados foi a Adutora do Alto Capibaribe, que é essencial para região e já tem 95% de conclusão, e o Sistema de Abastecimento de Água de Jataúba, que estava em andamento até o final do ano passado.
No encontro com o presidente da Compesa, Romildo Porto, o parlamentar relatou sua preocupação com essas obras já iniciadas e na reta final de conclusão. “Existem obras, como a Adutora do Alto Capibaribe, que resta pouquíssimo para ser concluída e beneficiar milhares de famílias que precisam dessas águas e pedimos ao Governo que essa obra seja prioridade. Com esta adutora, vamos diminuir drasticamente o problema de abastecimento dessa região, que é tão sofrida com a falta de água. Esperamos que o Governo retorne logo à conclusão dessas ações”, afirmou Diogo Moraes, após o encontro.
Na reunião, outros pontos importantes foram abordados. Um deles foi a obra de Abastecimento de Água de Jataúba, que teve início no ano passado e já tem todo material adquirido, restando o pagamento da empresa responsável para que a execução seja retomada. “Jataúba é uma cidade que há muitos anos sofre com a falta de água e quando, finalmente, tivemos início à realização deste sonho, infelizmente ele foi interrompido. Precisamos retomar e esperamos que o Governo entenda o benefício que vai trazer para população”, avaliou o parlamentar.
A rede adutora do Pedra Branca, a Estação de tratamento de Poço Fundo 2, e a distribuição de água para o distrito do Pará, em Santa Cruz do Capibaribe, também foram abordados durante o encontro na Compesa.

COMENTÁRIOS