Em entrevista, Márcia Conrado fala sobre a AMUPE, gestão em Serra Talhada, Raquel Lyra e eleições 2024

Blog Ponto de Vista realizou entrevista exclusiva

Serra Talhada Márcia Conrado AMUPE
Nesta terça-feira (11), a Associação Municipalista de Pernambuco (Amupe) realizou uma assembleia extraordinária de prefeitos e prefeitas, em sua sede na Av. Recife, nº 6205, na capital do estado. Durante o encontro, foi anunciado o lançamento da 6ª edição do Congresso Pernambucano de Municípios, que será realizado no Centro de Convenções de 28 a 30 de agosto.

Em entrevista exclusiva com o Blog Ponto de Vista, Márcia Conrado (PT), Prefeita de Serra Talhada e presidente da Amupe, apontou como principais temas do evento o a redução do ICMS, o resultado do Censo 2022 e seu impacto no Fundo de Participação dos Municípios (FPM).

A gente sabe que o IBGE sofreu com subfinanciamento para realizar o último Censo, e isso impactou negativamente 48 municípios que tiveram queda no seu FPM em Pernambuco. Estamos apoiando esses municípios e conseguimos aprovar uma demanda que levamos na Marcha dos Prefeitos a Brasília, a lei que diminui esse impacto negativo ao longo de 10 anos. Além disso, oito municípios que subiram de FPM já terão esse impacto positivo no próximo mês”, disse a presidente da Amupe ao Blog Ponto de Vista.

No que diz respeito à sua gestão à frente da Prefeitura de Serra Talhada, Márcia Conrado afirmou que “governar é um ato de escolhas”, e que sua maior contribuição se dá na área da educação, com o objetivo de reduzir desigualdades sociais.

Reformamos todas as escolas. Temos escolas muito bem adequadas, mas na zona rural também temos escolas precarizadas. A gente inaugurou a primeira creche da zona rural, o primeiro centro municipal de educação infantil e ampliamos as vagas de creches, distribuição de fardamento e kits escolares”, disse a prefeita.

No que diz respeito à infraestrutura urbana, a gestora destacou a “Operação Trabalho Pra Valer”, que promove o recapeamento de estradas asfaltadas cuja estrutura foi prejudicada pelo período chuvoso.

Questionada sobre sua relação com a governadora Raquel Lyra, tanto na posição de prefeita de Serra Talhada quanto de presidente da Amupe, Márcia descreveu a chefe do Executivo Estadual como uma pessoa “muito atenta às nossas necessidades”, apontando como “fundamental” o apoio do Governo do Estado para a conclusão da construção de casas em Serra Talhada, além de projetos para outros municípios.

No que diz respeito às eleições de 2024, Márcia afirmou que pretende concorrer à reeleição, “A gente tem visto que as pessoas que foram oposição em 2020 têm acreditado no que veem da gestão, no nosso trabalho forte, firme e honesto. Tenho certeza que a população enxerga na gente essa vontade e dedicação”, declarou a prefeita.

COMENTÁRIOS