Deprecated: Hook custom_css_loaded is deprecated since version jetpack-13.5! Use WordPress Custom CSS instead. O Jetpack não é mais compatível com CSS personalizado. Leia a documentação do WordPress.org para saber como aplicar estilos personalizados ao seu site: https://wordpress.org/documentation/article/styles-overview/#applying-custom-css in /home/u249530162/domains/blogpontodevista.com/public_html/old_blogpontodevista/wp-includes/functions.php on line 6078
Gilmar Júnior protocola denúncias contra a governadora Raquel Lyra – Blog Ponto de Vista

Gilmar Júnior protocola denúncias contra a governadora Raquel Lyra

Saiba mais informações clicando no link

Deputado Gilmar Júnior O deputado estadual reivindica o pagamento do piso salarial dos profissionais de enfermagem

O parlamentar Gilmar Júnior (PV) havia definido, publicamente, uma data limite para que a governadora Raquel Lyra realizasse o pagamento do piso dos profissionais de enfermagem em Pernambuco. Com o término desse prazo, o parlamentar tomou as primeiras medidas no início desta sexta-feira (22).

Em pronunciamento para os profissionais da categoria, que faziam manifestação no centro do Recife, Gilmar Júnior declarou que protocolou denúncias contra a governadora e fez duras críticas à gestora: “A governadora chegou a anunciar, em um evento público, que não sabia como fazer o repasse do piso e isso me preocupou! Coloquei-me à disposição para ensinar como deveria ser feito: falei em entrevistas, nas redes sociais e na Tribuna da Assembleia Legislativa do Estado de Pernambuco (Alepe). Não fui procurado. Como não houve o repasse e, sequer, uma satisfação de Raquel Lyra a esse respeito, já iniciei o dia de hoje agindo: protocolei denúncia, junto ao Tribunal de Contas do Estado, apontando o não pagamento do piso. Também denunciei o problema ao Ministério do Trabalho, solicitando audiência com o ministro do Trabalho e com a auditoria do Ministério de Trabalho. Se não houver o cumprimento da lei do piso dos profissionais de enfermagem, deve ser instaurado um processo, inclusive, de improbidade administrativa contra a gestão estadual!”.

COMENTÁRIOS