Deprecated: Hook custom_css_loaded is deprecated since version jetpack-13.5! Use WordPress Custom CSS instead. O Jetpack não é mais compatível com CSS personalizado. Leia a documentação do WordPress.org para saber como aplicar estilos personalizados ao seu site: https://wordpress.org/documentation/article/styles-overview/#applying-custom-css in /home/u249530162/domains/blogpontodevista.com/public_html/old_blogpontodevista/wp-includes/functions.php on line 6085
Governo do Estado garante execução de obra da adutora do Agreste – Blog Ponto de Vista

Governo do Estado garante execução de obra da adutora do Agreste

Saiba mais informações clicando no link

Compesa Adutora do Agreste
Está garantido. Mesmo com a falta de repasses por parte do Governo Federal para a execução da obra da Adutora do Agreste, o Governo do Estado assegurou que fará o aporte de R$ 60 milhões necessários para fechar o ano, impedindo que a obra seja paralisada. Vale destacar que ainda cabe ao Governo Federal investir o montante de R$ 84 milhões, enquanto a gestão estadual já quitou todo o compromisso assumido de contrapartida ao empreendimento. Mesmo assim, a determinação do governador Paulo Câmara é enfática para a continuidade da obra que atualmente está com frentes de serviço em ritmo acelerado nos municípios de Tupanatinga, Itaíba, Buíque, Venturosa, Arcoverde, Pesqueira, Bezerros e Caruaru.

A primeira etapa da Adutora do Agreste, a que está em execução, irá beneficiar 23 municípios e, desses, as águas do São Francisco já abastecem o total de sete: Arcoverde, Pesqueira, Belo Jardim, Sanharó, Tacaimbó, São Bento do Una e Alagoinha. Desta primeira etapa foram implantados cerca de 690 quilômetros da adutora dos 786 quilômetros previstos, o que corresponde 88% das intervenções executadas. 

Em Arcoverde, a obra do Lote 1A da Adutora do Agreste entra em fase final e a expectativa é iniciar os testes em breve. Esse trecho é de extrema importância, pois é ele que se interliga ao Ramal do Agreste, compreendendo a implantação da adutora de água bruta, partindo do Reservatório do Ipojuca (Ramal do Agreste) até a estação elevatória de água bruta, ambas localizadas no distrito de Ipojuca. Além do assentamento da adutora, as obras contemplam a implantação de estação elevatória de água bruta e implantação de subestação de energia elétrica para alimentação da unidade. O investimento total, somado as obras desse lote também em execução no município de Pesqueira, é da ordem de R$ 143 milhões.

Por sua vez, a execução do execução do Lote 3A, nos municípios de Tupanatinga, Itaíba e Águas Belas, também avança em um bom ritmo. Neste trecho estão previstos a implantação de novas estações elevatórias, reservatórios e novas adutoras para atendimento aos três municípios. Este trecho, inclusive, passou recentemente por testes operacionais em trecho da Adutora do Agreste entre Tupanatinga e Itaíba.  

“Estamos empenhados para garantir a conclusão dessas importantes obras que vão mudar o cenário de abastecimento no Agreste, conforme determinação do governador Paulo Câmara. Nossas equipes estão focadas e dedicadas dando a máxima celeridade nas intervenções que estão sendo acompanhadas de perto”, afirmou a presidente da Compesa, Manuela Marinho.

 

COMENTÁRIOS