Deprecated: Hook custom_css_loaded is deprecated since version jetpack-13.5! Use WordPress Custom CSS instead. O Jetpack não é mais compatível com CSS personalizado. Leia a documentação do WordPress.org para saber como aplicar estilos personalizados ao seu site: https://wordpress.org/documentation/article/styles-overview/#applying-custom-css in /home/u249530162/domains/blogpontodevista.com/public_html/old_blogpontodevista/wp-includes/functions.php on line 6078
Joel da Harpa quer volta do Fórum Permanente de Negociações dos policiais e bombeiros militares – Blog Ponto de Vista

Joel da Harpa quer volta do Fórum Permanente de Negociações dos policiais e bombeiros militares

Saiba mais informações clicando no link

Joel da Harpa

Preocupado em viabilizar a reestruturação e a construção de melhorias na carreira da polícia e dos bombeiros militares, o Deputado Joel da Harpa quer a volta do Fórum Permanente de Debates dos Recursos Humanos da Polícia Militar e do Corpo de Bombeiros de Pernambuco, também conhecido como Fórum Permanente de Negociações. A ideia é resgatar o elo entre representantes do Governo do Estado, Corporações e entidades representativas como um marco importante na construção de uma nova fase para segurança pública de Pernambuco.

“O Fórum foi instituído em 2015, cumprimento da Lei n° 15.452 de 15.02.15, ainda no meu primeiro mandato, e foi fundamental para importantes conquistas como mudanças no Plano de Cargos e Carreiras e implantação de gratificações. Infelizmente, dois anos depois, foi desfeito”, conta o parlamentar. Na época, as reuniões eram bimestrais e contavam com a participação dos representantes das associações militares.

O objetivo é promover, periodicamente, o debate de temas relacionados à política de remuneração e dos benefícios dos militares do Estado, bem como o planejamento e execução de programas voltados para o seu aperfeiçoamento técnico e a sua valorização profissional. “Esperamos que a governadora Raquel Lyra fique sensibilizada do nosso pedido que é um anseio de toda a categoria”.

COMENTÁRIOS