Deprecated: Hook custom_css_loaded is deprecated since version jetpack-13.5! Use WordPress Custom CSS instead. O Jetpack não é mais compatível com CSS personalizado. Leia a documentação do WordPress.org para saber como aplicar estilos personalizados ao seu site: https://wordpress.org/documentation/article/styles-overview/#applying-custom-css in /home/u249530162/domains/blogpontodevista.com/public_html/old_blogpontodevista/wp-includes/functions.php on line 6078
Nova fábrica de cidadania do Recife ficará no Coque – Blog Ponto de Vista

Nova fábrica de cidadania do Recife ficará no Coque

Nova fábrica de cidadania do Recife ficará no Coque

Referência no combate à violência por meio do estímulo da cultura de paz e garantia da cidadania em áreas vulneráveis, o Compaz escreveu mais um capítulo de sua história transformadora no Recife na manhã desta sexta-feira (5). O prefeito Geraldo Julio e o governador Paulo Câmara autorizaram a conclusão do Compaz Dom Hélder Câmara, localizado na comunidade do Coque, na Ilha de Joana Bezerra. O novo Compaz vai atender aos bairros da área central da cidade. O investimento é de R$ 3.9 milhões, com previsão de entrega para o primeiro semestre de 2020. "A previsão é que, após as obras, o Compaz Dom Helder Câmara já esteja funcionando e gerando cidadania e oportunidades para as comunidade  do Coque, Cabanga, Coelhos, Joana Bezerra e tantas outras. Para as pessoas viverem aqui o que já existe no Compaz Eduardo Campo e Ariano Suassuna. Estamos muito felizes com a retomada dessa obra, com os empregos que estão sendo gerados aqui e com a cidadania que vai surgir do novo Compaz", destacou o prefeito Geraldo Julio. O novo Compaz foi projetado dentro do mesmo conceito das outras duas unidades existentes, que são os Compaz Escritor Ariano Suassuna, no Cordeiro, e  Compaz  Governador Eduardo Campos, no bairro do Alto Santa Terezinha. Os dois equipamentos em atividade, além de garantir cidadania, oportunidades e transformar a realidade das regiões onde estão inseridos, já demonstram resultados efetivos na redução dos índices de violência. O Ariano Suassuna registrou 40% de redução nos homicídios no seu entorno, enquanto o bairro do Alto Santa Terezinha, onde fica o Compaz Eduardo Campos, não registrou nenhum homicídio em 2018. O governador Paulo Câmara comentou sobre a importância do novo equipamento e a continuidade da obra. "Vimos aqui a oportunidade de transformar esse equipamento em um Compaz, que já é uma experiência bem sucedida aqui no Recife e a Prefeitura tem todas condições de tocar esse projeto, também com recursos que estão sendo repassados pelo Governo do Estado, e assim entregar um grande equipamento de esporte, cultura, lazer e cidadania, ajudando a prevenir a violência", afirmou o governador. O Governo do Estado segue como parceiro do empreendimento, do valor total a ser investido, R$ 3.5 milhões é verba do Estado de Pernambuco e R$ 399 mil é contrapartida da Prefeitura do Recife. O novo Compaz terá 2.352 m² de área construída em um terreno de 10.328 m², e vai contar com biblioteca, piscina, quadra poliesportiva, salas de serviços, como o Procon Recife, atendimento psicossocial, mediação de conflitos. Além disso, o espaço também vai oferecer  cursos, auditório com capacidade para 110 pessoas, salas de práticas esportivas e culturais, e ainda espaço administrativo, banheiro, almoxarifado, refeitório e copa. Entre os diferenciais do Compaz Dom Hélder Câmara  está a valorização de uma expressão típica do Recife e forte característica do Coque: a comunicação comunitária. No equipamento, será montado um espaço de Desenvolvimento de Metodologias de Expressão com Estúdios de TV, Fotografia e Som, totalmente equipados com tecnologia atualizada proporcionando capacitações e profissionalizações na área. Também como novidade, o equipamento terá um memorial com o resgate histórico da comunidade do Coque e uma unidade permanente do Mãe Coruja Recife. Rosineide Gomes dos Santos, moradora da Ilha Joana Bezerra, comemorou a retomada das obras do equipamento. "Vai ser maravilhoso demais, uma coisa muito boa! Vai ser bom pra mim, para minha filha, que é adolescente e para as netas que eu tenho. Eu já conheço o do Alto Santa Terezinha,porque já morei lá perto, e é muito bom, tem muitas atividades. Conheço os filhos de minhas amigas lá que hoje tem gosto pelo estudo e pelo esporte, tudo por conta do Compaz. Não vejo a hora de ver isso aqui pronto", comentou animada a doméstica. O Compaz do Coque ficará situado à Rua Lourenço de Sá, 140, esquina com a avenida Central, próximo à Estação de Joana Bezerra e vai beneficiar a população da área central da cidade que compreende os bairros da Ilha de Joana Bezerra, Coelhos, São José, Cabanga Ilha do Leite, Paissandu, Santo Amaro, Santo Antônio, Soledade, Boa Vista e Bairro do Recife. O funcionamento será  de terça a domingo, das 8h às 22h. O equipamento vai contar com de cerca de 90 profissionais envolvidos no atendimento à população, como advogados, psicólogos, assistentes sociais, pedagogos, mediadores de conflito, médicos, educadores físicos, biblioteconomistas, arte educadores e professores. "Esse equipamento do Coque tem um simbolismo muito grande. O Coque foi estigmatizado estigma como uma área muito violenta, quando na verdade foi uma área violentada nos seus direitos. Agora o prefeito Geraldo Julio resgata esse braço cultural e pedagógico do Coque, ofertando um equipamento de altíssima qualidade, que vai transformar a vida das pessoas. Consolidado em Recife, um modelo que o Brasil inteiro tem vindo aqui se inspirar no que estamos fazendo. E o que queremos e o que estamos  fortalecendo  é a relação social da prefeitura com as comunidades que mais precisam", enfatizou o secretário de Segurança Urbana do Recife, Murilo Cavalcanti. Dom Hélder Câmara – Na cerimônia da manhã desta sexta-feira (5), o prefeito Geraldo Julio também sancionou a Lei que nomeia de Compaz Dom Hélder Câmara, o equipamento erguido no Coque. O autor da homenagem foi o vereador Aerto Luna. Falecido há 20 anos, Dom Hélder Câmara foi bispo católico e arcebispo emérito de Olinda e Recife, conhecido internacionalmente pela defesa dos Direitos Humanos. Nascido em Fortaleza em 1909, desembarcou em Pernambuco em 1964, quando foi nomeado arcebispo de Olinda e Recife. Religioso e cidadão aguerrido, desenvolvia atividades pastorais, atuava junto a movimentos estudantis, operários e ligas comunitárias contra a fome e a miséria. Foi voz dissonante contra o autoritarismo vigente durante o regime militar e, em 1970, denunciou a prática de tortura e a situação dos presos políticos no Brasil durante um pronunciamento em Paris. Foi indicado ao Prêmio Nobel da Paz em 1972. Publicou 23 livros, sendo 19 deles traduzidos para 16 idiomas. Recebeu 30 títulos de Cidadão Honorário em 28 de cidades brasileiras, um da cidade de São Nicolau, na Suíça em 1985, e outro em 1987, de Rocamadour, na França. Ao todo foram 716 títulos de homenagens e condecorações. Dom Hélder Câmara faleceu no Recife, no dia 27 de agosto de 1999. Os Compaz - O Recife já dispõe de dois Centros Comunitários da Paz, consideradas as Fábricas de Cidadania da cidade. O Compaz Governador Eduardo Campos foi inaugurado em 2016 e tem mais de 13 mil pessoas cadastradas para utilizar os serviços disponíveis. Em 2017, foi a vez do Compaz Escritor Ariano Suassuna, no Cordeiro, abrir as portas e atender a população da Zona Oeste. Já são mais de 18 mil pessoas da região cadastradas para utilizar os serviços do equipamento. Os Compaz fazem, juntos, cerca de 80 mil atendimentos por mês e já apresentam resultados concretos na melhora dos índices de segurança das suas áreas de influência. Ainda está em fase de finalização o Compaz Governador Miguel Arraes, na Caxangá. Compaz Dom Hélder Câmara - R$ 3,9 milhões de investimento - 2.352 m² de área construída - 10.328 m² de área total - Biblioteca - Piscina - Área Poliesportiva - Estúdios de TV, Fotografia e Som - Espaço Mãe Coruja - Espaço de Serviços – Procon, - Espaço para atividades esportivas e culturais - Sala do Empreendedor - Secretaria da Mulher - Sala para cursos - Auditório para 110 pessoas

O prefeito Geraldo Julio assinou, na manhã desta sexta-feira (5), a Ordem de Serviço para a conclusão das obras do Centro Comunitário da Paz Dom Hélder Câmara. Localizado na emblemática comunidade do Coque, o novo Compaz vai beneficiar a população de toda a área central da cidade

Referência no combate à violência por meio do estímulo da cultura de paz e garantia da cidadania em áreas vulneráveis, o Compaz escreveu mais um capítulo de sua história transformadora no Recife na manhã desta sexta-feira (5). O prefeito Geraldo Julio e o governador Paulo Câmara autorizaram a conclusão do Compaz Dom Hélder Câmara, localizado na comunidade do Coque, na Ilha de Joana Bezerra. O novo Compaz vai atender aos bairros da área central da cidade. O investimento é de R$ 3.9 milhões, com previsão de entrega para o primeiro semestre de 2020.

“A previsão é que, após as obras, o Compaz Dom Helder Câmara já esteja funcionando e gerando cidadania e oportunidades para as comunidade  do Coque, Cabanga, Coelhos, Joana Bezerra e tantas outras. Para as pessoas viverem aqui o que já existe no Compaz Eduardo Campo e Ariano Suassuna. Estamos muito felizes com a retomada dessa obra, com os empregos que estão sendo gerados aqui e com a cidadania que vai surgir do novo Compaz”, destacou o prefeito Geraldo Julio.

O novo Compaz foi projetado dentro do mesmo conceito das outras duas unidades existentes, que são os Compaz Escritor Ariano Suassuna, no Cordeiro, e  Compaz  Governador Eduardo Campos, no bairro do Alto Santa Terezinha. Os dois equipamentos em atividade, além de garantir cidadania, oportunidades e transformar a realidade das regiões onde estão inseridos, já demonstram resultados efetivos na redução dos índices de violência. O Ariano Suassuna registrou 40% de redução nos homicídios no seu entorno, enquanto o bairro do Alto Santa Terezinha, onde fica o Compaz Eduardo Campos, não registrou nenhum homicídio em 2018.

O governador Paulo Câmara comentou sobre a importância do novo equipamento e a continuidade da obra. “Vimos aqui a oportunidade de transformar esse equipamento em um Compaz, que já é uma experiência bem sucedida aqui no Recife e a Prefeitura tem todas condições de tocar esse projeto, também com recursos que estão sendo repassados pelo Governo do Estado, e assim entregar um grande equipamento de esporte, cultura, lazer e cidadania, ajudando a prevenir a violência”, afirmou o governador.

O Governo do Estado segue como parceiro do empreendimento, do valor total a ser investido, R$ 3.5 milhões é verba do Estado de Pernambuco e R$ 399 mil é contrapartida da Prefeitura do Recife. O novo Compaz terá 2.352 m² de área construída em um terreno de 10.328 m², e vai contar com biblioteca, piscina, quadra poliesportiva, salas de serviços, como o Procon Recife, atendimento psicossocial, mediação de conflitos. Além disso, o espaço também vai oferecer  cursos, auditório com capacidade para 110 pessoas, salas de práticas esportivas e culturais, e ainda espaço administrativo, banheiro, almoxarifado, refeitório e copa.

Entre os diferenciais do Compaz Dom Hélder Câmara  está a valorização de uma expressão típica do Recife e forte característica do Coque: a comunicação comunitária. No equipamento, será montado um espaço de Desenvolvimento de Metodologias de Expressão com Estúdios de TV, Fotografia e Som, totalmente equipados com tecnologia atualizada proporcionando capacitações e profissionalizações na área. Também como novidade, o equipamento terá um memorial com o resgate histórico da comunidade do Coque e uma unidade permanente do Mãe Coruja Recife.

Rosineide Gomes dos Santos, moradora da Ilha Joana Bezerra, comemorou a retomada das obras do equipamento. “Vai ser maravilhoso demais, uma coisa muito boa! Vai ser bom pra mim, para minha filha, que é adolescente e para as netas que eu tenho. Eu já conheço o do Alto Santa Terezinha,porque já morei lá perto, e é muito bom, tem muitas atividades. Conheço os filhos de minhas amigas lá que hoje tem gosto pelo estudo e pelo esporte, tudo por conta do Compaz. Não vejo a hora de ver isso aqui pronto”, comentou animada a doméstica.

O Compaz do Coque ficará situado à Rua Lourenço de Sá, 140, esquina com a avenida Central, próximo à Estação de Joana Bezerra e vai beneficiar a população da área central da cidade que compreende os bairros da Ilha de Joana Bezerra, Coelhos, São José, Cabanga Ilha do Leite, Paissandu, Santo Amaro, Santo Antônio, Soledade, Boa Vista e Bairro do Recife. O funcionamento será  de terça a domingo, das 8h às 22h. O equipamento vai contar com de cerca de 90 profissionais envolvidos no atendimento à população, como advogados, psicólogos, assistentes sociais, pedagogos, mediadores de conflito, médicos, educadores físicos, biblioteconomistas, arte educadores e professores.

“Esse equipamento do Coque tem um simbolismo muito grande. O Coque foi estigmatizado estigma como uma área muito violenta, quando na verdade foi uma área violentada nos seus direitos. Agora o prefeito Geraldo Julio resgata esse braço cultural e pedagógico do Coque, ofertando um equipamento de altíssima qualidade, que vai transformar a vida das pessoas. Consolidado em Recife, um modelo que o Brasil inteiro tem vindo aqui se inspirar no que estamos fazendo. E o que queremos e o que estamos  fortalecendo  é a relação social da prefeitura com as comunidades que mais precisam”, enfatizou o secretário de Segurança Urbana do Recife, Murilo Cavalcanti.

Dom Hélder Câmara – Na cerimônia da manhã desta sexta-feira (5), o prefeito Geraldo Julio também sancionou a Lei que nomeia de Compaz Dom Hélder Câmara, o equipamento erguido no Coque. O autor da homenagem foi o vereador Aerto Luna.

Falecido há 20 anos, Dom Hélder Câmara foi bispo católico e arcebispo emérito de Olinda e Recife, conhecido internacionalmente pela defesa dos Direitos Humanos. Nascido em Fortaleza em 1909, desembarcou em Pernambuco em 1964, quando foi nomeado arcebispo de Olinda e Recife. Religioso e cidadão aguerrido, desenvolvia atividades pastorais, atuava junto a movimentos estudantis, operários e ligas comunitárias contra a fome e a miséria. Foi voz dissonante contra o autoritarismo vigente durante o regime militar e, em 1970, denunciou a prática de tortura e a situação dos presos políticos no Brasil durante um pronunciamento em Paris. Foi indicado ao Prêmio Nobel da Paz em 1972. Publicou 23 livros, sendo 19 deles traduzidos para 16 idiomas. Recebeu 30 títulos de Cidadão Honorário em 28 de cidades brasileiras, um da cidade de São Nicolau, na Suíça em 1985, e outro em 1987, de Rocamadour, na França. Ao todo foram 716 títulos de homenagens e condecorações. Dom Hélder Câmara faleceu no Recife, no dia 27 de agosto de 1999.

Os Compaz – O Recife já dispõe de dois Centros Comunitários da Paz, consideradas as Fábricas de Cidadania da cidade. O Compaz Governador Eduardo Campos foi inaugurado em 2016 e tem mais de 13 mil pessoas cadastradas para utilizar os serviços disponíveis. Em 2017, foi a vez do Compaz Escritor Ariano Suassuna, no Cordeiro, abrir as portas e atender a população da Zona Oeste. Já são mais de 18 mil pessoas da região cadastradas para utilizar os serviços do equipamento. Os Compaz fazem, juntos, cerca de 80 mil atendimentos por mês e já apresentam resultados concretos na melhora dos índices de segurança das suas áreas de influência. Ainda está em fase de finalização o Compaz Governador Miguel Arraes, na Caxangá.

Compaz Dom Hélder Câmara

– R$ 3,9 milhões de investimento

– 2.352 m² de área construída

– 10.328 m² de área total

– Biblioteca

– Piscina

– Área Poliesportiva

– Estúdios de TV, Fotografia e Som

– Espaço Mãe Coruja

– Espaço de Serviços – Procon,

– Espaço para atividades esportivas e culturais

– Sala do Empreendedor

– Secretaria da Mulher

– Sala para cursos
– Auditório para 110 pessoas

COMENTÁRIOS