Olinda não pode ter 50 milhões para fazer encostas e ainda ver gente morrendo, diz Izabel Urquiza, pré-candidata na cidade 

Saiba mais no link

por Letícia Lima

As movimentações visando as eleições de 2024 já começaram.

Izabel Urquiza (PL), uma das pré-candidatas à disputa pela prefeitura de Olinda, conversou com exclusividade com o blog Ponto de Vista.

Na conversa, Izabel falou sobre os problemas que a cidade vêm enfrentando nos últimos anos e como deixou a desejar em alguns pontos tidos como essenciais para a população.

“Olinda tem uma possibilidade de captação grande de recursos, é uma cidade patrimônio histórico. Olinda tem muitos serviços. Tem a proximidade por estar na Região Metropolitana, mas percebemos que isso não é aproveitado, ao contrário. Em vez do turismo e a cultura, que são um diferencial da nossa cidade, serem uma mola propulsora, Olinda no ano passado perdeu R$ 45 milhões e ainda está no risco de devolver uma parte do recurso usado na igreja de São Pedro, que está fechada e a obra não foi concluída. Isso não pode acontecer.”

Urquiza ainda falou sobre os recursos que não são utilizados nos principais problemas da cidade, como as barreiras.

“A gente não pode se dar o luxo de ter R$ 50 milhões para fazer encostas desde 2017, estamos lutando pra salvar este convênio, e ainda ver gente morrendo porque as encostas não foram feitas. Então, se teve tempo, se teve recursos e o que é que faltou para eles serem implementados? Isso é que a gente não pode admitir”, concluiu.

 

COMENTÁRIOS