Prefeitura do Ipojuca anuncia 5ª edição do Festival do Livro do Litoral Sul

A Prefeitura do Ipojuca, por meio da Secretaria de Educação, anunciou, nesta terça-feira (18), o lançamento da 5ª edição do Festival do Livro do Litoral Sul, que acontecerá de 07 a 12 de agosto, no Clube Municipal de Ipojuca. Com o objetivo de fortalecer a cultura ipojucana através da democratização em seus múltiplos estilos e da valorização e formação de todos os colaboradores que integram a Rede Municipal de Educação, o evento este ano traz como tema “Baobá ipojucano: resistência, humanização e ressignificação de saberes e fazeres". Focando em personalidades que contribuíram com a história e a cultura ipojucana em diversos setores da sociedade, este ano serão homenageados: o historiador Ivo Ferreira de Almeida, o escritor Frei José Milton de Azevedo Coelho (in memorian), a educadora Maria do Socorro Raposo Sales (Dona Socorro) e a líder da Comunidade Quilombola Ilha dos Mercês, Maria Madalena da Silva (Dona Madá). "Só tenho a parabenizar a construção de um evento que integra diversas secretarias da gestão municipal, visando o incentivo à leitura e ao aprimoramento profissional", disse a prefeita do Ipojuca, Célia Sales. Para o organizador do evento, Afonso Carvalho, as expectativas são as melhores possíveis. "A gente acredita que vai ter um público de 25 mil pessoas com acesso à inúmeras editoras através dos seus 460 distribuidores, e a geração de 650 empregos diretos e indiretos." disse. Entre as atrações estão shows culturais, atividades pedagógicas, palestras e lançamento de obras com a participação de estudantes e diversos profissionais da Rede Municipal de Ensino. E assim como em anos anteriores, os profissionais da Educação do Ipojuca terão um bônus para poder utilizar na aquisição de exemplares durante a feira. Ainda sobre a programação estão o Café Literário, espaço reservado para a divulgação e comercialização das obras dos escritores ipojucanos e apresentações culturais de grupos locais e regionais. "Eu não sei se rio de emoção ou se choro de alegria por esse momento. Eu estou muito feliz de fazer parte de um evento tão grande como esse", disse uma das homenageadas, Dona Madá. Outro homenageado que recebeu convite direto da prefeita foi o historiador Ivo Ferreira.

Prefeita Célia Sales Prefeitura do Ipojuca

A Prefeitura do Ipojuca, por meio da Secretaria de Educação, anunciou, nesta terça-feira (18), o lançamento da 5ª edição do Festival do Livro do Litoral Sul, que acontecerá de 07 a 12 de agosto, no Clube Municipal de Ipojuca. Com o objetivo de fortalecer a cultura ipojucana através da democratização em seus múltiplos estilos e da valorização e formação de todos os colaboradores que integram a Rede Municipal de Educação, o evento este ano traz como tema “Baobá ipojucano: resistência, humanização e ressignificação de saberes e fazeres”.

Focando em personalidades que contribuíram com a história e a cultura ipojucana em diversos setores da sociedade, este ano serão homenageados: o historiador Ivo Ferreira de Almeida, o escritor Frei José Milton de Azevedo Coelho (in memorian), a educadora Maria do Socorro Raposo Sales (Dona Socorro) e a líder da Comunidade Quilombola Ilha dos Mercês, Maria Madalena da Silva (Dona Madá). “Só tenho a parabenizar a construção de um evento que integra diversas secretarias da gestão municipal, visando o incentivo à leitura e ao aprimoramento profissional”, disse a prefeita do Ipojuca, Célia Sales. Para o organizador do evento, Afonso Carvalho, as expectativas são as melhores possíveis. “A gente acredita que vai ter um público de 25 mil pessoas com acesso à inúmeras editoras através dos seus 460 distribuidores, e a geração de 650 empregos diretos e indiretos.” disse.

Entre as atrações estão shows culturais, atividades pedagógicas, palestras e lançamento de obras com a participação de estudantes e diversos profissionais da Rede Municipal de Ensino. E assim como em anos anteriores, os profissionais da Educação do Ipojuca terão um bônus para poder utilizar na aquisição de exemplares durante a feira. Ainda sobre a programação estão o Café Literário, espaço reservado para a divulgação e comercialização das obras dos escritores ipojucanos e apresentações culturais de grupos locais e regionais. “Eu não sei se rio de emoção ou se choro de alegria por esse momento. Eu estou muito feliz de fazer parte de um evento tão grande como esse”, disse uma das homenageadas, Dona Madá. Outro homenageado que recebeu convite direto da prefeita foi o historiador Ivo Ferreira.

COMENTÁRIOS