Rede Municipal de Saúde do Recife recebe reforço de 164 profissionais

Em janeiro, a Prefeitura iniciou a convocação dos aprovados no concurso público da saúde, realizado em 2019 e que precisou ser suspenso devido à pandemia da covid-19

Profissionais da saúde Recife João Campos

Em janeiro, a Prefeitura iniciou a convocação dos aprovados no concurso público da saúde, realizado em 2019 e que precisou ser suspenso devido à pandemia da covid-19 – Fotos: Rodolfo Loepert/PCR

“A Saúde está em todos os lugares. A gente chega tanto às áreas nobres, quanto à periferia da cidade. Desde pequena tenho a missão e sonho de servir na minha comunidade, na minha cidade”, compartilhou a nova técnica de enfermagem do SAMU, Katharyna Lucena, 22 anos, que faz parte do grupo de 164 profissionais que irão reforçar a Rede Municipal de Saúde da capital pernambucana. Os aprovados participaram da solenidade de acolhimento na Prefeitura do Recife, na manhã desta terça-feira (15), que contou com a presença do prefeito João Campos e da secretária de Saúde do município, Luciana Albuquerque. Entre as categorias dos trabalhadores convocados estão agentes comunitários de saúde (ACS), técnicos de enfermagem, enfermeiros e médicos. Os servidores estão lotados no Samu, nas unidades básicas de saúde, em Centros de Atenção Psicossocial e policlínicas. Os trabalhadores acolhidos no evento foram aprovados no último concurso público realizado pela Secretaria de Saúde (Sesau) do município, em 2019, e que precisou ser suspenso devido à pandemia da covid-19.

“Hoje a gente faz o acolhimento de 164 novos profissionais de saúde que vão fazer parte da nossa rede, tanto no SAMU, como na Atenção Básica e na média complexidade. São profissionais que vão trabalhar em toda a rede, podendo reforçar o trabalho do dia a dia. A gente sabe que Saúde é feita para as pessoas e com as pessoas. Então, a capacidade da gente chamar novos quadros e fazer a preparação, fazer o acolhimento, é uma estratégia muito importante. Assim como a requalificação da parte estrutural, a digitalização, a informatização. São vários pilares que têm sido executados de maneira simultânea e, hoje, a gente dá um enfoque especial para os mais de 160 que estão participando desse acolhimento”, declarou o prefeito do Recife, João Campos.

“O dia de hoje tem um significado especial de muita representatividade para o nosso município,  para nossa equipe. No Recife, o elemento mais demandado pela população é o serviço de Saúde. É o que a sociedade mais pede. Vocês escolheram como missão de vida trabalhar pela saúde e com a saúde. Escolheram também o serviço público, que é algo extremamente nobre, com a capacidade de você doar o seu tempo, a sua energia, a sua vida pelo outro. Quero agradecer a cada um e a cada uma, desejar boa sorte nessa missão e dizer que contem com a gente. Parabéns e viva o nosso SUS”, acrescentou o prefeito.

Durante a solenidade, os novos profissionais foram apresentados à rede de saúde do Recife para entender como vão atuar nas unidades de saúde onde foram lotados, bem como conheceram como funcionam os seus diversos serviços, além dos direitos e deveres do servidor municipal. A previsão é que esses servidores já iniciem os trabalhos ainda este mês.

A  secretária de Saúde do Recife, Luciana Albuquerque, também esteve na solenidade para também dar boas-vindas, compartilhar sobre a missão e a importância do comprometimento profissional. “Aqui é um serviço tão importante quanto qualquer outro. É o compromisso que cada um tem com o que se faz, que faz a diferença. Se a gente está aqui hoje é porque a gente quis ser servidor público. Quando a gente olha pra Secretaria de Saúde a gente vê um grande desafio na nossa frente. São mais de 250 unidades, cada uma mais diversas do que a outra, cada uma com sua necessidade. Tem uma coisa que liga todos nós: o nosso compromisso. O nosso maior desafio não é o desafio da saúde. É o desafio do dia a dia, do compromisso de cada um com o que faz e é isso que faz a diferença. Sejam muito bem-vindos. Contem com a gente. Contem com o nosso compromisso diário de melhorar a saúde do Recife. É pra isso que a gente está aqui”, enfatizou a secretária de Saúde do Recife, Luciana Albuquerque.

Depois de a Sesau ter realizado o concurso público em 2019, no ano seguinte, em 2020, entrou em vigor a lei complementar 173/2020, que trouxe restrições quanto ao aumento de gastos com pessoal e só permitiu a contratação de profissionais mediante vacância (óbito, aposentadoria e exoneração), após decretado o estado de calamidade pública por causa da pandemia da covid-19.

Esta lei complementar expirou em 31 de dezembro de 2021, liberando o município para nomear, de forma efetiva, os aprovados no último concurso público. Diante disso, em janeiro de 2022, a Prefeitura do Recife anunciou que retomaria, gradualmente, a convocação de 483 profissionais de saúde – sendo 81 para o Samu Metropolitano do Recife, 179 para a Atenção Básica e 223 para as policlínicas e maternidades. Desse total, 258 já foram nomeados, sendo que 164 já estão lotados. As convocações respeitam a ordem de classificação do Edital nº 001/2019, publicado no Diário Oficial do Município, na edição nº 143 de 07/12/2019.

Com a experiência de ter servido ao município durante a fase mais crítica da pandemia da covid-19, a enfermeira Grizielle Rocha, 39 anos, agora faz parte do grupo recém empossado. “Eu sei que ser servidor público é uma causa e é muito prazeroso também. Apesar de ter muitas dificuldades, você vai estar fazendo o trabalho onde as pessoas mais precisam. Nós somos profissionais da vida para cuidar da saúde, saúde é dignidade. Então prestar dignidade pras pessoas é sempre muito muito gratificante”, falou.

Alocado para trabalhar no Centro de Atenção Psicossocial de Álcool e outras Drogas (Caps Ad) Prof. Luiz Cerqueira, em Santo Amaro, o técnico de enfermagem Lucas Gomes, 25 anos, se mostra ansioso e feliz com o novo desafio.  “Chegar aqui representa muito importante na minha vida, porque eu batalhei muito pra estar aqui. Foram dias, horas de estudos”, contou.

COMENTÁRIOS