Deprecated: Hook custom_css_loaded is deprecated since version jetpack-13.5! Use WordPress Custom CSS instead. O Jetpack não é mais compatível com CSS personalizado. Leia a documentação do WordPress.org para saber como aplicar estilos personalizados ao seu site: https://wordpress.org/documentation/article/styles-overview/#applying-custom-css in /home/u249530162/domains/blogpontodevista.com/public_html/old_blogpontodevista/wp-includes/functions.php on line 6078
Secretária de Infraestrutura vistoria andamento de obras no Sertão – Blog Ponto de Vista

Secretária de Infraestrutura vistoria andamento de obras no Sertão

Saiba mais informações clicando no link

Diversas obras estruturadoras em execução no Sertão do Estado foram vistoriadas, nesta quarta-feira (1º), pela secretária de Infraestrutura e Recursos Hídricos, Fernandha Batista. Em agenda no Araripe e no São Francisco, a gestora conferiu a recém concluída requalificação da pista do Aeroporto de Araripina, além de verificar o andamento do trabalho de reestruturação de rodovias estratégicas para a região, dentro do Programa Caminhos de Pernambuco. As intervenções visitadas fazem parte do Plano Retomada, anunciado em agosto pelo governador Paulo Câmara, e, juntas, somam mais de R$140 milhões em investimentos.

A primeira etapa das obras de requalificação do Aeroporto de Araripina foi finalizada em outubro deste ano e contemplou a execução dos serviços de restauração do pavimento e a sinalização horizontal da área de movimento das aeronaves (pista de pouso e decolagem, taxiway e pátio) com o aporte de R$ 3 milhões. O fortalecimento da aviação regional é uma das metas do Governo de Pernambuco, que busca transformar o equipamento em um terminal habilitado para operar voos comerciais. Nesse sentido, uma das iniciativas planejadas é a implantação de um terminal de passageiros em container, no valor de R$ 444 mil.

Já em Ipubi, a secretária, que também estava acompanhada do presidente do DER, Maurício Canuto, visitou o andamento dos trabalhos de restauração da PE-576, no trecho de ligação que vai do município a Trindade, abrangendo 18,8 quilômetros. A obra, que está com 52% concluída, contempla os serviços de terraplanagem, reciclagem de base, pavimentação completa, drenagem, acostamento e sinalização horizontal e vertical. Com recursos em torno de R$ 38 milhões, as intervenções na rodovia devem ser finalizadas no primeiro semestre de 2022, reduzindo o tempo de viagem para mais de 60 mil pessoas e gerando mobilidade para exportação de produtos derivados do gesso, principal fonte de renda do Araripe, na qual a cidade de Ipubi é considerada a maior produtora gipsita.

“O Governo do Estado tem dedicado esforços no sentido de ampliar os investimentos voltados para a melhoria da infraestrutura viária, sobretudo, nesse período de retomada das atividades econômicas. As obras visitadas no dia de hoje são estratégicas, pois impactam no crescimento e no desenvolvimento dessas regiões, a partir da geração de emprego e renda nas próprias obras e do fortalecimento logístico para o escoamento da produção. Pernambuco irá investir, ao todo, R$ 2 bilhões dentro do Plano Retomada apenas para a reestruturação da malha viária”, destaca Fernandha Batista. A secretária ressaltou, ainda, que apenas para a região do Araripe, o governador autorizou quase R$ 200 milhões para a requalificação da malha viária, além de R$ 150 milhões para as estradas do Sertão do São Francisco.

Dando sequência à agenda, a comitiva esteve na PE-550, que está sendo completamente restaurada. A iniciativa, que atualmente está 64% executada, abrange uma extensão de 46,5 quilômetros, a um investimento de R$ 26,6 milhões. Os trabalhos na via estão divididos em dois segmentos: o primeiro (com 24,1 km) segue a partir da BR-428, em Caraíbas, passando pelo projeto Fulgêncio, e o segundo (com 22,4 km) segue dali até o distrito de Urimamã. As ações contemplam os processos de terraplenagem; reciclagem de base; pavimentação; drenagem e sinalização. A requalificação da PE-550 está beneficiando diretamente mais de 85,5 mil habitantes daquela região, responsável por parte significativa da produção de frutas no Estado de Pernambuco. A expectativa é de que as obras sejam entregues no primeiro trimestre do próximo ano.

A parada seguinte foi para conferir a obra de implantação e pavimentação da PE-499, com extensão de 31,96 quilômetros, no trecho de ligação entre Terra Nova e Cabrobó. Com aporte de R$ 48,5 milhões, a intervenção deve ser concluída até agosto de 2022, proporcionando agilidade nas viagens, conforto e segurança para 45 mil habitantes. Os municípios têm tradição na piscicultura, na caprinocultura e na agricultura irrigada, através da produção de melão, melancia, tomate e cebola. No momento, os serviços somam 23% de execução. A intervenção é um desejo antigo dos moradores e vai contribuir para a redução do percurso, que antes era de 100 quilômetros.

Por fim, os gestores estiveram em Lagoa Grande, onde puderam ver de perto o andamento da requalificação da PE-574, conhecida como a estrada da uva e do vinho. A rodovia está situada entre a cidade e o município de Santa Maria da Boa Vista, possuindo extensão de 62,1 quilômetros. A intervenção, atualmente com 10% executada, beneficiará uma população de 67,5 mil habitantes, ao investimento de aproximadamente R$ 31,8 milhões. A obra deve ser finalizada no primeiro semestre de 2022. A recuperação da estrada é fundamental para o escoamento da produção da região, que gera 10 mil empregos e produz, anualmente, cerca de 20,5 milhões de quilos de uva e sete milhões de litros de vinho, exportados para outros estados e países. Acompanhou a agenda o secretário de Ciência, Tecnologia e Inovação, Lucas Ramos.

CAMINHOS DE PERNAMBUCO – O Programa Caminhos de Pernambuco, instituído por meio do decreto estadual nº 48.783/20, prevê a reestruturação da malha viária estadual e contribui para o fortalecimento da infraestrutura rodoviária, que é um dos eixos estratégicos para o desenvolvimento econômico do Estado. Cerca de R$ 770 milhões estão sendo investidos atualmente para a reconstrução de quase 800 quilômetros de rodovias, considerando obras concluídas e em andamento.

COMENTÁRIOS