Três dos nove eleitos em Tacaimbó apoiaram a Deputada Débora Almeida

Saiba mais informações clicando no link

Três dos nove eleitos em Tacaimbó apoiaram a Deputada Débora Almeida

Divulgado pelo Tribunal Regional Eleitoral – TRE – , o resultado da 1ª eleição suplementar proporcional, realizado neste domingo (03) em Pernambuco, reconduziu à Câmara Municipal de Tacaimbó, sete dos nove vereadores afastados por suspeita em fraude de cota de gênero.

A cassação aconteceu em decisão tomada pelo Tribunal em Novembro de 2022, por suspeita de fraude à cota de gênero nas chapas proporcionais do PSB e do PT daquele município. Desta forma, dos nove representantes eleitos para a Câmara Municipal, cinco tiveram seus mandatos cassados e com a anulação de mais da metade dos votos válidos, a legislação prevê a realização de um novo pleito suplementar. Neste caso de Tacaimbó, todas as nove cadeiras da Câmara estiveram em disputa com 26 candidatos concorrendo às vagas.

Com a nova eleição, a composição da Câmara volta a contar com 03 vereadores que apoiaram a candidatura da Deputada Estadual Débora Almeida: Júnior de Josilda, Lia Braúna e Marquinhos de Arlindo.
Apesar de Lia e Marquinhos serem oposicionistas, ambos foram os mais votados nesse pleito. A vitória de ambos reafirma a compreensão por parte dos eleitores do trabalho exemplar que vinha sendo realizado pelos parlamentares reconduzidos e também abre portas para uma inserção dos mesmos na disputa à prefeitura de Tacaimbó, possibilitando que a oposição tenha um candidato majoritário já em 2024.

COMENTÁRIOS