RADAR POLÍTICO (03/07) – Joaquim Neto causa problemas para Raquel Lyra na ALEPE

Saiba esta e outras informações sobre os bastidores da política clicando no link


ESCRITO POR WELLINGTON RIBEIRO

Ex-prefeito de Gravatá e presidente do Instituto Agronômico de Pernambuco (IPA), Joaquim Neto anda gerando alguns problemas para a governadora Raquel Lyra na Assembleia Legislativa. A frente do órgão, Joaquim, sempre que tem a oportunidade, não poupa críticas à gestão anterior e esses ataques atingem diretamente o PP, sigla que comandou o IPA recentemente e que é o principal partido da base de Raquel na ALEPE.

“A postura beligerante de Joaquim é uma cortina de fumaça para compensar a sua incapacidade administrativa a frente do IPA. É uma pessoa de difícil relação até mesmo com os colaboradores do órgão e que não se dar bem nem mesmo com o secretário de Agricultura”, disparou um deputado estadual em reserva. Para este parlamentar, o atual presidente do IPA tem sido uma usina de problemas que pode prejudicar a relação do Governo na ALEPE.

Já para outro deputado, o presidente do IPA deveria concentrar energias para garantir o bom funcionamento do órgão. “O que se vê na atualidade é um IPA entregue nas mãos de alguém que cria problemas com aliados da governadora e não consegue promover uma única agenda positiva para o Governo”, disse.

Não são só deputados do PP que estariam insatisfeitos com Joaquim Neto. Parlamentares de outros partidos e que também votam com o Governo andam bastante chateados com o presidente do IPA por motivos diversos. Caso não mude de postura, Joaquim corre sério risco de ser submetido a um processo de fritura junto ao Governo.

João Campos Rodrigo Farias Chico KikoDESTAQUE – Ao lado do deputado estadual Rodrigo Farias e do vereador recifense Chico Kiko, o prefeito João Campos anunciou que nesta terça (04/07) será publicado no Diário Oficial o resultado da licitação da ponte que irá ligar os bairros de Areias e Imbiribeira. A obra, que é um sonho antigo da população daquela região, surge como grande alternativa de mobilidade na capital.

RESTA UM – Dos 10 maiores Colégios Eleitorais de Pernambuco, o PT só possui chances reais de lançar candidatura em Caruaru. O nome em questão seria o da deputada estadual Rosa Amorim. Já nos municípios de Jaboatão, Petrolina, Olinda, Paulista, Cabo, Camaragibe, Garanhuns e Vitória a possibilidade é diminuta, chega a zero. No Recife o caminho do PT é de composição com o prefeito João Campos.

FOGO DE PALHA – Visto como potencial nome do PL para disputar a Prefeitura do Recife, Gilson Machado Neto não têm inspirado a confiança esperada de quem de fato quer entrar na disputa. Para alguém que estava brigando para ser o nome do partido para concorrer, Gilson passa a ideia de que fazia apenas pirraça contra os ‘Ferreiras’. Em nenhum momento demonstra interesse em discutir os desafios do município, pois vive gastando energia em ser papagaio de pirata de Bolsonaro.

A TODO VAPOR – Disposta a se inserir na disputa pela Prefeitura do Paulista, Livia Álvaro, secretária de Gestão de Pessoas e Administração de Olinda, estreitou conversas com o vice-prefeito Dido Vieira. O encontro, que aconteceu recentemente, contou com a presença do prefeito olindense Professor Lupércio.

CURIOSIDADE 1 – Segundo dados do IBGE sobre o Censo 2022, a região da Mata Sul possui 4 das 5 cidades pernambucanas que mais diminuíram a população. Gameleira perdeu 34,74%; Quipapá 25,87%; Ribeirão 24,7%; e Maraial 23,48%.

CURIOSIDADE 2 – O Censo também mostrou que cerca de 10 municípios pernambucanos apresentam mais eleitores que o numero de habitantes apresentados. São eles: Brejinho, Calumbi, Itacuruba, Joaquim Nabuco, Maraial, Salgadinho, Solidão, Terezinha, Tuparetama e Vertente do Lério, além do Distrito de Fernando de Noronha. Destaque para Salgadinho que apresenta o número de eleitores de 27,5% maior que a população.

Wellington Ribeiro Blog Ponto de Vista

Wellington Ribeiro é pós-graduado em Gestão Pública e Legislativa pela UPE – E-mail: [email protected] Whatshap (81) 99521-6544

COMENTÁRIOS