Joel da Harpa diz que se audiência pública é importante CPI é ainda mais

Saiba mais informações clicando no link

“Precisamos investigar, descobrir o que realmente aconteceu naquela noite”, disse o Deputado Joel da Harpa, co – autor da proposta de instalação da Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) na Assembleia Legislativa de Pernambuco (Alepe). O parlamentar está insatisfeito com o rumo sobre o caso da menina Beatriz na Casa.

Para Joel a resposta está no próprio regimento da Alepe. “Uma audiência pública é uma reunião pública, em que se vislumbra apenas e tão somente discutir determinado assunto. Já a CPI é criada para apurar fato um determinado, tem poderes de investigação”, explica.

O parlamentar acredita que o tempo urge. “Passaram anos e até o momento não temos respostas satisfatórias. Devemos isso aos familiares e também a sociedade. O ideal seria a federalização do caso mas se através da Assembleia poderíamos colaborar de maneira mais efetiva não vejo motivo para evitar a CPI. Quanto mais tempo perdemos maior as dificuldades de solucionar o caso”, conclui.

COMENTÁRIOS